Não seja dominado pelos seus sabotadores

por | 2 jun 22 | Uncategorized | 0 Comentários

Para que possamos obter sucesso no trabalhonegócios ou vida pessoal, é primordial que tenhamos conhecimento de nós mesmos, nossos limites, nossos defeitos e qualidades, pois somente assim poderemos tomar decisões coerentes com os diversos desafios que aparecem em nossa trajetória para o desenvolvimento pessoal e profissional. 

Pensando em como te ajudar no seu autoconhecimento e auxiliá-lo em seu desenvolvimento constante, alcançando novas metas e objetivos, sejam eles em sua empresa, seu trabalho ou seus relacionamentos, esse texto irá ajudá-lo a identificar quais são seus principais sabotadores, conhecidos como seus inimigos internos, suas atitudes ou pensamentos habituais que te impedem de ser sua melhor versão

Eu tenho um dos sabotadores?

Ao longo da nossa infância enfrentamos diversos desafios, sejam eles o medo de passar o recreio sozinho, não ser escolhido para fazer parte do grupo de futebol ou ser rejeitado por aquela pessoa que tanto amava, até traumas maiores, como o medo do avô não voltar do hospital ou divórcio dos pais. 

Para garantir a nossa sobrevivência, desenvolvemos nossas próprias maneiras de lidarmos e superarmos as ameaças tanto físicas como emocionais. Ao nos tornarmos adultos, temos uma visão de mundo formada através desses medos e traumas de infância, formando uma análise do mundo por trás de lentes imaginárias que nem nos damos conta de que temos, conhecidas como sabotadores. 

Sendo assim, a pergunta correta não seria “EU TENHO UM DOS SABOTADORES?” e sim, “QUAL É O MEU SABOTADOR?”

sabotador crítico é o que está presente em cada um de nós, seja de grau mais elevado ou menor, mas que em qualquer caso nos impede de alcançarmos nosso verdadeiro potencial vestido com a máscara de que é a nossa proteção contra as ameaças do mundo. O sabotador crítico possui nove sabotadores cúmplices, vamos conhecer seu inimigo para poder combatê-lo?

Sabotador crítico e seus 9 cúmplices

     1. CRÍTICO

“O que há de errado comigo?”

Considerado o sabotador universal, está presente em todos, independente das experiências pessoais vividas por cada um de nós. Não apenas encontramos defeitos em nós mesmos, mas também nos outros e nas situações. Causa a ansiedade, aflição e sofrimento e é responsável por ativar os outros nove sabotadores cúmplices.

     2. INSISTENTE

“Se não for pra ficar 100% perfeito eu prefiro não fazer.”

Sabe aquela pessoa que diz na entrevista de emprego que o defeito dela é ser perfeccionista? Talvez ela realmente seja! E isso é sim um sabotador. Pessoas que levam a ordem e organização longe demais a ponto de odiarem erros costumam ser teimosas, tensas, irritáveis e altamente críticas consigo mesmas. Costumam carregar o peso do mundo nas costas e acreditam que todas as soluções dependem somente dela, buscando uma perfeição que não existe. 

Uma possível causa desse sabotador seria um medo de infância de ser criticado ou estar sob constante pressão dos pais exigentes para ser uma criança perfeita.

     3. PRESTATIVO

“Pode deixar que eu faço isso pra você, não tem problema não!”

Você sente que precisa estar sempre à disposição para ajudar os outros e sente dificuldade em dizer não? Então esse pode ser um dos seus sabotadores. A pessoa sente uma grande necessidade de ser amado e busca esse reconhecimento através do oferecimento de ajuda, agrado e elogios. Essas atitudes podem colocar em risco as suas próprias necessidades e vontades.

Talvez na infância a criança aprendeu que deveria dar amor e afeição para poder receber em troca e não por ser digna disso simplesmente por sem quem é.

     4. HIPERVIGILANTE

“Será que eu fechei o portão? Tirei a chapinha da tomada? Desliguei o forno? Quer saber, vou voltar…”

Conhece alguém que vive em constante ansiedade e medo de que tudo vai dar errado? Talvez esse seja o seu sabotador principal! Sempre ansioso e com dúvidas sobre si mesmo e os outros, está em constante vigilância e a sua energia nervosa pode contagiar os outros, causando-lhes ansiedade também.

Esse sabotador pode ter surgido de um evento doloroso e inesperado que fez a vida parecer ameaçadora e insegura.

     5. INQUIETO

“A vida é uma só, não posso perder isso de jeito nenhum!!!”

Sabe aquele amigo que não para nem pra dormir? Sempre quer estar trabalhando, fazendo atividades e aproveitando todas as oportunidades, sem nem filtrar as melhores para ele no momento? Esse pode ser o seu sabotador.

Busca sempre excitação e variedade como forma de lidar com a ansiedade e a dor, sempre está ocupado e impaciente com o presente, pois quer saber logo o que vem em seguida. Apesar da máscara de constante animação, o inquieto tem dificuldade em criar relações duradouras e problemas em lidar com situações desagradáveis.

A atenção inadequada dos pais na infância ou situações dolorosas podem acarretar esse sabotador.

     6. CONTROLADOR

“Faz isso, faz aquilo… Quer saber? Deixa que eu faço, do meu jeito é melhor.”

Sabotador de quem sempre quer controlar todas as situações, forçando que todos aceitem as suas vontades e opiniões. Apesar de ser determinado, confrontador e direto, causa nos outros ressentimento e incapacidade, além de causar e sentir uma alta ansiedade.

Na infância provavelmente foi obrigado a assumir o controle de algo que não se sentia preparado, também pode ter sido rejeitado ou traído e decidiu não ser mais vulnerável.  

     7. ESQUIVO

“É melhor eu não dizer nada, no final as coisas vão se resolver sozinhas mesmo…”

Pessoa que foca extremamente no positivo e foge de tarefas e conflitos difíceis. Acaba minimizando a importância de problemas reais, reprime a raiva e ressentimento. Apesar de se considerar flexível, mantém os relacionamentos em um nível superficial por meio da fuga de conflitos, diminuindo o nível de confiança nas suas relações.

Na infância, o esquivo pode não ter aprendido a lidar com emoções difíceis ou ter crescido em um ambiente de conflitos e criou a necessidade de pacificar as tensões.

     8. HIPER-REALIZADOR

“Quando fiz aquele projeto, passei naquela faculdade e consegui aquele emprego todos sentiram tanto orgulho de mim…”

O hiper realizador depende de realizações constantes para conseguir sentir o respeito próprio e autoavaliação, sempre focando no sucesso externo e prejudicando seu lado emocional. Às vezes se sente vazio e deprimido, mas sabe manter uma boa imagem de felicidade, que depende da próxima conquista.

É fácil para uma criança pensar que só irá ser amada se obedecer às regras e ter boas maneiras em vez de incondicionalmente.

     9. VÍTIMA

“Ninguém me entende… por que essas coisas só acontecem comigo?”

Alguém emocional e temperamental para conquistar atenção e afeto, costuma focar muito em sentimentos, principalmente os dolorosos. Sente que recebe atenção com seus problemas, mas no geral se sente solitário mesmo perto de pessoas íntimas. Acaba afastando as pessoas pois elas se sentem impotentes e incapazes de ajudá-lo com seus problemas constantes.

A vítima pode ter se sentido rejeitada na infância, não ter sido aceita por quem é e acreditar que há algo de errado com ela.

     10. HIPER-RACIONAL

“Não posso demonstrar meu lado emocional, é o nosso lado fraco!”

Foca intensamente no lado racional de todas as coisas, e por isso pode ser visto como frio e distante e intelectualmente arrogante. É reservado e possui tendência ao debate, além de costumar ser cético e cínico.

Provavelmente cresceu em um ambiente caótico, a fuga para a mente racional organizada gera uma sensação de segurança.

Como lutar contra os meus sabotadores?

Conseguiu identificar seu sabotador? Vale lembrar que podemos possuir mais de um sabotador dependendo de nossa personalidade e experiências próprias, mas é importante que você identifique e trabalhe no que você considera ser dominante em sua vida, pois assim que você se concentrar em enfraquecer o sabotador principal, os outros automaticamente estarão diminuindo. 

Depois de identificá-lo, é importante que você analise em quais áreas da sua vida eles mais te atrapalham, como atrapalham e como você irá lidar com eles da próxima vez que aparecerem em determinadas situações do dia a dia. Esse auto conhecimento e aprendizado é constante, é preciso que você trabalhe um pouco a cada dia para se livrar dessas lentes imaginárias, o simples fato de você já reconhecer que está tendo uma atitude auto sabotadora já é um grande passo! 

Além disso, procure conversar com amigos, mostre como esse processo está sendo para você, e se se sentir confortável, procure a ajuda de um profissional para auxiliá-lo na sua descoberta e aperfeiçoamento da sua melhor versão.

inteligência emocional é uma habilidade extremamente importante e necessária tanto na vida pessoal como na profissional, a exigência dessa Soft Skill será cada vez maior independente do ramo que você atuará na sua vida, trabalho ou empresa! Um dos grandes pilares da inteligência emocional é o autoconhecimento, ou seja, você está no caminho certo! 

E lembre-se, para se tornar um bom profissional, em uma boa empresa com um bom negócio, é de extrema importância que você tenha uma boa saúde mental!

Quer marcar uma reunião diagnóstica sobre sua empresa com a UFABC Jr, nosso parceiro oficial? Clique aqui!

Fonte: https://ufabcjr.com.br/nao-seja-dominado-pelos-seus-sabotadores/

Publicações relacionadas

5 passos para abrir meu negócio

Para a abertura de empresa é necessário muito mais que apenas uma boa ideia, antes de tudo, é preciso tomar ciência de toda a burocracia que será preciso enfrentar para a mesma começar a funcionar.   Saber de todos os documentos solicitados neste processo é...

ler mais

5 passos para ter um setor de cobrança eficaz

Ter um setor de cobrança eficaz pode ser decisivo para o sucesso de seu negócio e, neste post, nós ensinaremos como atingir esse objetivo. Confira! O setor de cobrança é o responsável por manter o fluxo de caixa da empresa organizado e garantir que os lucros...

ler mais
Close Bitnami banner
Bitnami