BNDES lança nova linha de crédito para serviços tecnológicos

por | 2 out 20 | Uncategorized | 0 Comentários

A medida faz parte do pacote de projetos da Câmara Brasileira da Indústria 4.0 e vai beneficiar empresas, produtores rurais e setor público.

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, participou na tarde desta terça-feira (29/9) do lançamento do BNDES Crédito Serviços 4.0. A nova linha de crédito faz parte do pacote de projetos da Câmara Brasileira da Indústria 4.0 e é voltada para o financiamento de serviços tecnológicos, que vai beneficiar empresas de todos os portes e setores, produtores rurais e setor público.

“A indústria 4.0 é uma extraordinária oportunidade para o Brasil. Se nós continuarmos avançando com os projetos da Câmara Brasileira da Indústria 4.0, dos quais esta é uma entrega especifica, num trabalho coordenado de todo o governo, Ministério da Economia, Ministério da Ciência e Tecnologia, BNDES e vários outros, tenho a absoluta certeza de que daremos saltos de produtividade e, consequentemente, de emprego e renda”, disse Carlos Da Costa.

Segundo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), os principais objetivos da nova linha de crédito são: modernizar a estrutura produtiva, com foco em digitalização e tecnologias industriais que preparem o tecido produtivo para manufatura avançada; estímulo ao processo de digitalização das micro, pequenas e médias empresas (MPMEs); e possibilitar a implantação de cidades inteligentes.

Poderão ser financiados serviços tecnológicos associados às categorias credenciadas no sistema do BNDES: Manufatura Enxuta, Digitalização, Internet das Coisas (IoT), Manufatura Avançada, Desenvolvimento Tecnológico de Novos Produtos e Processos, Tecnologias Industriais Básicas; e Eficiência Produtiva e Energética.

Consulte o Guia do Financiamento para mais detalhes sobre a linha de crédito

O evento on-line contou com a presença do diretor de Participações, Mercado de Capitais e Crédito Indireto BNDES, Bruno Laskowsky; do ministro substituto do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações, Júlio Neto; do diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi; do diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi; do presidente executivo da Abimaq, José Velloso; e do diretor presidente da Embrapii, Jorge Guimarães.

Inovação

Pela manhã, Carlos Da Costa também participou do webinário Inovação como chave para o Desenvolvimento da indústria Farmacêutica no Brasil: Uma agenda de competitividade, aumento da concorrência e desburocratização, promovido pelo Grupo FarmaBrasil.

Em sua fala, o secretário destacou que é fundamental, para a inovação, a diminuição do custo de contratação, a redução da burocracia e uma maior previsibilidade. “Vamos apoiar o empresariado da melhor maneira possível, com um marco regulatório adequado, proteção à propriedade intelectual e estímulo para facilitar a atividade inovadora no país”, concluiu.

Fonte: https://www.gov.br/economia/pt-br/assuntos/noticias/2020/setembro/bndes-lanca-nova-linha-de-credito-para-servicos-tecnologicos

Publicações relacionadas

IRPF 2021 – Novas regras de obrigatoriedade:

Entrega de 1° de Março a 31 de Julho;Rendimentos tributáveis cuja soma supera R$ 28.559,70 está obrigado a declarar;recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;Obteve, em qualquer mês, ganho...

ler mais

Coworking: como é possuir um espaço desses?

Com certeza você já ouviu falar sobre coworking. Sim, são aqueles espaços compartilhados entre diversas empresas e profissionais, que nem sempre são do mesmo segmento. Mas a principal questão aqui é: como é, de fato, possuir um espaço desses? Ter contato com essa...

ler mais

Prorrogação do das

Resolução Nº 158, de 24 de março de 2021. Por conta da pandemia do COVID-19, a Receita Federal junto com o Ministério da Economia, sancionaram no dia 24/03/2021, uma medida para reduzir os efeitos do coronavírus em micro e pequenas empresas. Como informado, no Art. 1º...

ler mais
Close Bitnami banner
Bitnami
Close Bitnami banner
Bitnami